Defenda o Vaticano na ONU

petição

A Santa Sé está sob renovado ataque de poderosas forças que querem silenciar a voz do Vaticano na ONU.

O Vaticano é um Estado Observador na ONU que lhe permite negociar documentos e parar um direito ao aborto e muito mais. Essas forças que querem o Vaticano fora da ONU incluem as mais poderosas organizações não governamentais do mundo, inclusive a Federação Internacional de Planejamento Familiar, Marie Stopes International, o Centro de Direitos Reprodutivos e Siecus (Conselho de Informações e Educação Sexual dos Estados Unidos).

A “Campanha Veja Mudança” (See Change Campaign) para expulsar o Vaticano da ONU está sendo liderada por um grupo que se chama “Católicas” pela Escolha, que no passado era dirigida pela freira pró-aborto Frances Kissling. Essa organização tem sido condenada repetidamente por bispos e conferências episcopais do mundo inteiro. A meta delas é silenciar a voz moral da ONU. Muita coisa está em jogo. Se o Vaticano for expulso da ONU, o aborto poderá se tornar um direito humano universal, o casamento entre um homem e uma mulher poderá ser extinto mediante redefinições e o controle populacional ao estilo da ONU será imposto em famílias do mundo inteiro. Precisamos de sua ajuda agora mesmo. Há sempre jeitos de ajudar. Primeiro, se você dirige uma organização, por favor assine o documento incluso “Declaração em Apoio da Santa Sé na ONU.” Já temos 4 mil organizações que assinaram a declaração. Gostaríamos de mais. Segundo, se você é um indivíduo, você pode assinar a “Declaração” também. Estamos buscando 100 mil signatários. Terceiro, envie o link para esta página a todos os que você conhece, a todos os que estão em sua lista de contatos, a todos os seus amigos, família e sócios. Por favor, saiba que embora esta campanha seja em apoio da Igreja Católica, pessoas de todas as religiões e sem religião estão convidadas a assinar. A Declaração de forma alguma endossa os ensinos ou doutrina da Igreja Católica. A Declaração meramente reconhece a importância da Igreja nas negociações da vida, fé e família na ONU.